Tuesday, November 29, 2005


O Senhor Valéry era pequenino, mas dava muitos saltos.
Ele explicava:

- Sou igual às pessoas altas só que por menos tempo.

Mas isto constituía para ele um problema.
Mais tarde o Senhor Valéry pôs-se a pensar que, se as pessoas altas saltassem, ele nunca as apanharia na vertical. E tal pensamento desanimou-o um pouco. Mais pelo cansaço, no entanto, do que por esta razão o senhor Valéry um certo dia abandonou os saltinhos. Definitivamente.
Dias depois saiu à rua com um banco.
Colocava-se em cima dele e ficava lá em cima, parado, a olhar.

- Desta maneira sou igual aos outros durante muito tempo. Só que imóvel.

Mas não se convenceu.

Gonçalo M. Tavares

4 Comments:

Blogger lebredoarrozal said...

post maravilha:D

6:14 AM  
Blogger Ovelha Azul said...

Se o senhor Valéry pensasse de outro modo, aperceber-se-ia que, se visse uma nota no chão, teria mais facilidade em chegar-lhe que uma pessoa alta... E que as suas costas provavelmente não iriam sofrer tanto como as das pessoas altas... E que se precisasse de fugir de um local de crime seria muito mais fácil passar despercebido...

Nem sempre estar mais perto da estratosfera é positivo, nem sempre as coisas más o são.

É tudo uma questão de perspectiva!

10:38 AM  
Blogger pedro said...

Vai dizer isso ao senhor valéry. Verás a resposta.

11:51 AM  
Blogger Pescas said...

O Senhor Valéry tinha era uma ganda moca! ahahahaha

2:32 PM  

Post a Comment

<< Home